domingo, 10 de maio de 2009

Você tem certeza que quer saber?

.
.
Frequentemente dizemos: "_ como eu gostaria de saber... o que fulano esconde, se estamos sendo enganados, traídos, se estão falando de nós, o que certas pessoas estão fazendo ou falando...". Inclusive, algumas pessoas chegam a pagar detetives, hackers, gastam dinheiro com produtos como caneta filmadora, aparelho auditivo, enfim, faz-se de tudo para descobrir o que está oculto.
.
O que nos esquecemos de perguntar é: "_estou preparada(o) para o que vou descobrir? Será que esse "saber" não me trará aborrecimentos, destruição, desilusão e sofrimento? O que farei com o que sei?"
.
Um mito bem ilustra isso, é a conhecida história de Pandora:
Pandora, filha de Zeus, ganhou de seu pai uma caixa que não poderia ser aberta. Tomada de grande curiosidade, Pandora abriu-a e liberou para o mundo todas as mazelas.
.
Ao mesmo tempo, me vem à mente uma frase que diz +/- assim: "É preferível a verdade amarga do que a mentira doce". Fato é que devemos nos preparar. Ao sair em busca do que queremos descobrir, temos que ter em mente que essa "descoberta" pode revelar uma bomba, algo que não gostaríamos de saber. E daí pra frente, teremos que aprender a reagir, a trabalhar as emoções... é muito complicado! Pior ainda é ter de ficar com a descoberta atravessada na garganta, sem poder chutar o pau da barraca, pra não destuir tudo.
.
Diante de tudo isso só posso concluir o seguinte: o difícil não é descobrir, mas decidir o que fazer com a "descoberta". Eu ainda estou decidindo...
.
.
Inté...
.

6 comentários:

Mirian Mondon disse...

Oi Jo! Obrigada pela visita lá no Café!
Voce tem razão, se quer descobrir tem que estar preparado!
Sabe que estava pensando esses dias em algo parecido. Uma amiga me escreveu dizendo que o marido a estava traindo ela havia descoberto e depois de vasculhar a vida dele. Mas estava totalmente despreparada para o que descobriu. Ela resolveu perdoar. Bom cada um cada um. Ela me perguntou o que eu achava. Respondi que essa decisão de perdoar ou abandonar, só ela podia tomar. Entretando ela precisava avaliar se estava preparada para ficar. Engraçado não? Estava pensando que da mesma forma que ela precisaria se preparar para partir ela tambem precisaria se preparar para ficar e conviver com um homem que ela descobriu estar sendo desleal por anos e anos.
Tudo isso tem muito haver com seu ponto.
Gostei da sua reflexão!

Ótima semana para voce!
beijos

Olavo disse...

Passando para desejar uma otima semana..
Beijos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Jo!Descobertas há que são inúteis serem conhecidas pois só nos causam sofrimento sem nada acrescentarem.

Agora,aquelas que trazem mudanças às nossas vidas,essas tem de ser olhadas de frente e por mais que nos doam,enfrentá-las,chorar todas as lágrimas e seguir a
adiante com a alma lavada por elas.

Beijos com todo o meu carinho!

Sonia Regina.

Amiga do Cafa disse...

Menina....
o que será que você descobriu ?
Mas você tem razão : O mais importante é saber o q fazer com a descoberta.
Ou se preferir,problemas existem, agora o mais importante é saber como cada um reage diante de um problema....
Boa sorte !

Mírian Mondon disse...

Oi jo,

Tem uma merecida homenagem para voce lá no Café com Poesia!

beijos

Ester disse...

Olá Jo,

obrigada pela sua visita em meu blog! Gostei muito de vir aqui e conhecê-la!

volte sempre!


bjs,